Brasil lidera em números de raios

Nos últimos dez anos, o Brasil recebeu cerca de 57 milhões de raios e 1.321 pessoas morreram vítimas desse fenômeno. Esses números, reunidos pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), colocam o País no topo da lista mundial e indicam que o fenômeno está aumentando.

O aumento no número de raios pode estar relacionado com alterações no clima do planeta. Pesquisadores estimam que cada grau a mais registrado na temperatura global pode ocasionar um aumento de 10% a 20% na incidência de raios. Por enquanto, isso é apenas uma hipótese.

 

O Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) registrou em 2013 o menor número de mortes por raios no Brasil desde o início do levantamento, em 2000. Foram 79 mortes por raios, o que confirma uma tendência de diminuição das fatalidades no país, como mostra o gráfico abaixo.

grafico do elat

Gráfico de controle do ELAT.

Acredito que, de acordo com as previsões de ter um aumento na incidência de raios e a diminuição de mortes ocasionadas por raios, acredito que é resultado das divulgações, estudos, estatísticas e de eventos ocorridos que são fornecidos pelo ELAT, com isso tenha provocado uma conscientização maior nas pessoas.

Com certeza as informações fornecidas pelo ELAT tenham vindo como alerta e contribuído com a diminuição desses dados . Acredito que as informações contidas no site (www.inpe.br/webelat/homepage/menu/noticias) ajudem aos demais que procuram por informações de como se proteger.

Procuro através deste blog (REDES ELÉTRICAS) que tem a média de 600 visitas diárias, expandir as informações e seus acessos diretos.  

Equipe: REDES ELÉTRICAS

1 comment

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>